(11) 4745-6900

Cultura

Grupo Contadores de Mentira estreia nova obra

Serão três apresentações únicas presenciais, e mais cinco exibições digitais

2 DEZ 2021 - 15h:36 Por da Região
Proposta de fazer este trabalho em 2017 estava ancorada na vontade do ator Cleiton Pereira de se aventurar num trabalho solo Proposta de fazer este trabalho em 2017 estava ancorada na vontade do ator Cleiton Pereira de se aventurar num trabalho solo / Alessandro Silva/Divulgação

O grupo Contadores de Mentira estreia neste final de semana uma nova obra teatral. Serão três apresentações únicas presenciais, e mais cinco exibições digitais.

Os Contadores entraram na sala de trabalho no início de 2021 para a retomada dos ensaios da nova obra “Figura de Encruzilhada”. O Trabalho já vinha sendo elaborado desde 2017, e foi em plena pandemia de Covid-19 que a obra tomou corpo físico.

A obra é a primeira direção da atuadora Daniele Santana e tem em cena o ator Cleiton Pereira e o músico Michael Meyson. Esta é a segunda obra que o grupo experimenta a criação com poucos atores, atualmente o grupo tem em seu repertório obras com 7, 8, 11 pessoas, em 2019 estrearam o primeiro monólogo do grupo e agora este duo está em pleno ato de nascimento.

A proposta de fazer este trabalho em 2017 estava ancorada na vontade do ator Cleiton Pereira de se aventurar num trabalho solo e seria também um ato de celebração dos seus 30 anos de teatro, na época. Quatro anos depois, e agora com duas pessoas em cena o trabalho será apresentado à público.

“A obra não está finalizada”, conta a diretora. “Não estamos ainda com ela totalmente pronta, como de certo modo queremos, mas queremos colocá-la em para a experimentação com o público, nós Contadores sempre trabalhamos com a ideia de co-autoria com as/os espectadoras/res, então esta será a oportunidade desta relação acontecer e por meio dela chegarmos ao processo final que almejamos”.

Figura de Encruzilhada será apresentada nesta sexta, 03, às 19h30 na sede do grupo, Teatro Contadores de Mentira em Suzano. As outras duas apresentações serão em frente à Igreja de Santa Catarina em Mogi das Cruzes, às 16h00.

Sobre a obra

Figura de Encruzilhada é uma obra que dá continuidade ao processo de pesquisa na Antropologia teatral feito pelo grupo há anos. Para este trabalho as  figuras das ruas, das encruzilhadas, da encantaria, das frestas do mundo, do universo das tradições populares brasileiras, latinas e orientais foram especialmente observados e experienciados no corpo. Estas influências estão na obra, não de modo racional ou concreto, mas permeando toda a construção física, vocal, dramatúrgica e filosófica. O que entra na obra não são as tradições e suas corporeidades específicas, mas os princípios que nelas são potências e teatralidade.

Sinopse

Um ator está em estado de chamado. Um músico está em estado de prontidão. Num giro muito longo o ator se prepara para receber uma figura. Esta figura carrega outras 6 figuras. Cada uma tem seu caminho, sua existência e lugar. Todos se colocam em marcha, o ator, o músico, suas figuras e o público, seguem juntos em um rito de caminhar e oferecer algo.

Este trabalho conta com o apoio do Edital Proac Expresso Lab, da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.

 

Leia Também