(11) 4745-6900

Cidades

Comissão OAB Vai à Escola realiza palestra na Etec de Suzano

Ação foi parte da celebração da ‘Semana Paulo Freire’, realizada em homenagem ao educador brasileiro

12 MAI 2022 - 17h:00 Por de Suzano
Comissão OAB Vai à Escola realiza palestra na Etec de Suzano Comissão OAB Vai à Escola realiza palestra na Etec de Suzano / Divulgação
A Comissão OAB Vai à Escola da 55ª Subseção da Ordem dos Advogados (OAB Suzano) realizou, na última quarta-feira (11), uma palestra voltada aos estudantes da Escola Técnica Estadual (Etec) da cidade. A apresentação abordou noções de direito e cidadania e contou com a participação de cerca de 440 alunos do Ensino Médio e do curso técnico de Enfermagem.
 
A Comissão, presidida pela advogada Jordana Maris Lessa, objetiva adentrar-se nas escolas estaduais de Suzano com ações educativas e também para sanar dúvidas sobre questões jurídicas dos alunos. O projeto, que estava desativado por conta das restrições e medidas de distanciamento social ocasionadas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), foi retomado no início de 2022 e tem realizado diversas ações em unidades escolares do município.
 
A palestra, feita em parceria com o Centro Paula Souza, autarquia responsável pelas Etecs, contou com a participação de Geane Ribeiro Calamari, Antonia Prado Gasparotti e Jordana Maris Lessa, que conversaram com os estudantes sobre o que são e quais as implicações de cometer atos infracionais, noções de Direito do Trabalho, o que é, como identificar e coibir bullying e cyberbullying, o que é a intolerância de gênero, sexual e religiosa e como combater ações preconceituosas e excludentes. 
 
Para Fabrício Ciconi Tsutsui, presidente da OAB Suzano, a ação foi fundamental e chegou em um momento oportuno. “Nosso objetivo é quebrar barreiras e simplificar conceitos. Desse modo, os jovens têm mais conhecimento sobre como se defender em alguns casos, como identificar abusos e, principalmente, sobre como ser um cidadão ativo na sociedade”, explica.
 
Além da apresentação na Etec de Suzano, a Comissão OAB Vai à Escola tem realizado outras atividades nas demais unidades escolares estaduais do município. Uma das ações foi na última semana de abril, na unidade Professora Jussara Feitosa Domschke, no Jardim Portugália, onde ocorreu uma palestra para cerca de 400 estudantes sobre noções de cidadania, áreas do Direito, intolerância religiosa, entre outros assuntos.
 
A iniciativa é fruto de uma parceria feita entre a OAB Suzano e a Diretoria Regional de Ensino, que possibilita a entrada dos advogados no meio escolar como forma de fortalecer a grade curricular do ensino médio e prestar um serviço voluntário de apoio à população jovem. “Nesse momento de retomada, a Diretoria de Ensino criou o ‘Movimento de Convivência Escolar’ (MCE) que visa promover diálogos reflexivos sobre temas que envolvem vulnerabilidade social, emocional e cognitiva. O projeto OAB Vai à Escola vem para somar ao MCE e fornecer aos jovens uma base de conhecimento jurídico e esclarecer seus direitos e deveres”, explica a presidente da comissão.
 
Jordana afirma que membros da comissão têm focado em desenvolver materiais que irão dar aos adolescentes uma bagagem cultural e social, para que possam exercer seu direito à cidadania plenamente, além de dar a eles ferramentas e conhecimentos para se protegerem e auxiliarem na administração da Justiça. A iniciativa contempla os alunos matriculados no Ensino Médio regular e, também, as turmas do Ensino para Jovens e Adultos (EJA). A estimativa é de que o projeto já tenha contemplado mais de mil estudantes.
 
As visitas também são marcadas pelo sorteio de livros como forma de incentivar a leitura entre os jovens. A iniciativa é fruto de um parceria da OAB Suzano com a TAG Livros, empresa de assinatura mensal especializada no meio da literatura, que realizou a doação de exemplares de alguns títulos para a Casa do Advogado.
 
Ciconi aponta que a entidade está focada em prover o auxílio e orientações para toda a população, e expandir cada vez mais o alcance da Comissão OAB Vai à Escola é uma forma de ampliar os horizontes. “Os jovens são o futuro. É preciso investir nas novas gerações, fornecendo uma boa base de conhecimento, além de dar noções que possam ajudá-los com questões do dia a dia, além de possibilitar que eles auxiliem e orientem o próximo”, finaliza.
 
Maio Laranja
 
Por meio da Comissão dos Direitos da Criança e do Adolescente, a OAB Suzano também faz parte do "Maio Laranja", mês de combate ao abuso e à exploração sexual infantil no Brasil. A equipe, comandada por Giovana Milanez, tem realizado ações em prol da campanha em diversas escolas do município.
 
De acordo com a presidente, as atividades permitem que os jovens tenham contato com os profissionais do Direito e tirem suas dúvidas sobre questões jurídicas, como identificar casos de abuso ou exploração sexual, e também moral e psicológico, além de instruí-los sobre formas de pedir apoio e como fazer a denúncia do agressor.
 
Ciconi reforça que, além de ensinar e dar apoio aos adolescentes, os pais devem estar atentos e investigar, caso notem algum sinal de que os jovens, sejam filhos, primos ou vizinhos, estão sofrendo algum tipo de abuso. “Mudanças bruscas de comportamento, insegurança, medos excessivos e ansiedade podem ser alguns dos sinais de que a criança sofreu algum tipo de assédio. É importante se mostrar amigo, conversar e tentar extrair mais informações. A suspeita pode ser denunciada pelo Disque 100 de Direitos Humanos e em delegacias, onde o processo pode seguir para punir o agressor”, finaliza o presidente.

Leia Também