(11) 4745-6900

Cidades

Escolas voltam em Suzano sem exigir certificado de vacinação

Retorno na rede municipal de ensino será no dia 07 de fevereiro, segundo informações das autoridades de educação

23 JAN 2022 - 11h:30 Por Guynever Maropo - de Suzano
Escolas estaduais e municipais vão retomar as atividades, mas sem exigir certificado de vacinação dos alunos Escolas estaduais e municipais vão retomar as atividades, mas sem exigir certificado de vacinação dos alunos / Regiane Bento/DS
Escolas municipais e estaduais de Suzano não vão exigir que os mais de 80 mil alunos estejam vacinados para a volta às aulas em fevereiro.
 
A Secretaria de Educação de Suzano esclarece que o retorno às aulas presenciais na rede municipal de ensino, previsto para uma segunda-feira, dia 7 de fevereiro, não será obrigatório as crianças estarem vacinadas contra a
 Covid-19.
 
No entanto ressaltam a importância de os pais levarem as crianças para se imunizarem antes do retorno das aulas.
Suzano segue com avaliações periódicas quanto à situação da Covid-19 e que podem tomar novas medidas de contenção contra o coronavírus.
 
A princípio o retorno das aulas será com 100% das atividades presenciais, e a estimativa é que os 26,4 mil alunos retornem para as 73 escolas municipais e 20 creches comunitárias. Seguindo as medidas sanitárias protocoladas contra o coronavírus. Como o uso obrigatório da máscara e álcool em gel para alunos e funcionários, aferição de temperatura e higienização constante dos ambientes e mãos.
 
De acordo com a Secretaria, o calendário para o ano letivo deve conter 200 dias de aulas lecionadas. Para o ensino os professores vão receber material de apoio que serão os livros pedagógicos e equipamentos de tecnologia para a comunicação.
 
A previsão é de que todas as séries regulares retornem às atividades presenciais. Sendo que a Educação Infantil terá o período de adaptação, enquanto que o Ensino Fundamental e a Educação de Jovens e Adultos (EJA) não terão. 
 
Educação de São Paulo
 
Em São Paulo, o secretário da Educação, Rossieli Soares, comunicou que deve editar uma resolução para que as carteiras de vacinação das crianças sejam apresentadas nas escolas no fim do 1º bimestre.
A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) reforça o apoio à vacinação nas crianças de 5 a 11 anos e incentiva que todos os estudantes elegíveis sejam imunizados.
A diretoria de ensino de Suzano e Ferraz de Vasconcelos contabiliza ao todo 73 escolas distribuídas pelos municípios. No último registro consta, em maio de 2021, que 53.203 alunos estão matriculados no ensino estadual de São Paulo.
 
Segundo a pasta, o ano letivo de 2022 da rede estadual começará no dia 2 de fevereiro e terminará no dia 23 de dezembro. O retorno presencial das aulas está decretado obrigatório desde novembro de 2021, o motivo é para que os alunos façam uma recuperação pedagógica de aprendizagem.
 
Conforme orientação da Comissão Médica da Educação as aulas presenciais vão seguir todos os protocolos de segurança, como uso de álcool em gel e máscaras, aferição de temperatura e higienização constante dos ambientes e mãos, identificação e afastamento das suspeitas de terem contraído o vírus. Na ocupação das salas de aula a Secretaria informa que seguirá o que é determinado de acordo com o ciclo de ensino, sendo 40 alunos no Ensino Médio, 35 Ensino Fundamental Anos Finais e 30 Ensino Fundamental Anos Iniciais.
 

Leia Também