(11) 4745-6900

ITJM lança novo livro e deve administrar 2 creches em agosto

Durante a participação no programa DS Entrevista, na última quarta-feira (28), Silvia Rangel falou de projetos

30 JUN 2022 - 21h:40 Por de Suzano
Silvia Rangel falou dos projetos do ITJM e da Aamae em Suzano Silvia Rangel falou dos projetos do ITJM e da Aamae em Suzano / Isabela Oliveira/DS
A presidente da Associação de Assistência à Mulher ao Adolescente e à Criança Esperança (Aamae) e gestora do Instituto Thadeu José de Moraes (ITJM), Silvia Rangel, anunciou duas novas creches em parceria com a Prefeitura de Suzano. A previsão de entrega é para agosto.
 
Durante a participação no DS Entrevista na última quarta-feira (28), detalhou as ações das instituições que coordena. Também fez um balanço sobre o lançamento da segunda edição do livro ‘Retrato da Vida no Alto Tietê 2’.
 
O Instituto Thadeu José de Moraes em parceria com a Prefeitura vai abrir duas novas creches: uma localizada em Palmeiras para atender 100 crianças de 4 meses a 5 anos e outra no Parque Maria Helena para atender 170 alunos. A estimativa é que esteja pronta em agosto para iniciar o segundo semestre letivo.
 
“O cadastro é feito na Secretaria Municipal de Educação. O espaço está sendo organizado para as crianças serem recebidas com muito carinho”, explica.
 
Na última terça-feira (28), a instituição fez o lançamento da segunda edição do livro Retrato da Vida no Alto Tietê 2’, no Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi. A obra é escrita por estudantes de escolas públicas e privadas vencedores do concurso “Retratos da Vida no Alto Tietê 2”, e seleciona 15 textos e 25 fotografias que retratam a vida na região.
 
“Mostrar qual o olhar das crianças sobre a região. Um trabalho de cultura e territorialidade”, diz.
 
“Este é o terceiro livro da ITJM em parceria com a Lei Rouanet. A obra já estava pronta antes da pandemia e foi adiado. Mas agora foi lançado e a tiragem foi gratuita, o livro vai estar disponível nas escolas e no instituto ”, completa.
 
Além de fazer parte da gestão das instituições, Silvia Rangel é professora universitária da Faculdade Piaget. A presidente da Aamae conta que desde pequena queria ser professora, mas o desejo era trabalhar com direito, na possibilidade de dar ‘Voz ao Povo’.
 
‘Atualmente dou aula de legislação. Mas surgiu a necessidade de me aperfeiçoar em outra área. Já que o terceiro setor necessita de profissionais qualificados para atender as demandas”, comenta.
 
ITMJ
 
O instituto está localizado no Jardim Imperador. Oferece serviços de conveniência e fortalecimento de vínculo a crianças de 6 a 17 anos 11 meses e 29 dias. O espaço oferece oficinas de complementação à escola, serviços de convivência, trabalha as dificuldades e vínculos afetivos. Tem projetos especiais de geração de renda como: oficinas de costura, panificação, sabonete artesanal e maquiagem. “As famílias atendidas são as que vivem em vulnerabilidade social. Para participar do instituto ou colaborar financeiramente pode entrar em contato pelas redes sociais ou pelo site”, diz.
 
AAMAE
 
A Aamae vai completar 24 anos e está localizada no bairro Miguel Badra. A associação tem parceria com a prefeita e tem quatro creches conveniadas, o Centro de Referência e Apoio à Vítima (Crav) e o Centro Dia do Idoso (CDI)
 
Segundo a presidente da Aamae, o Crav atendeu 800 famílias vítimas de suicídio, feminicído e latrocínio. O centro de referência tem parceria com a administração municipal que sede o espaço e o governo estadual sede os recursos financeiros, administração e contratação de funcionário. 
 
“Completou dois anos de atendimento. Para ter acesso ao Crav, as famílias vão até o local e passam por uma triagem. Logo, é feito um atendimento com psicólogo e assistente social. Se houver necessidade é encaminhado para a Secretaria de Justiça”, diz.

Leia Também