(11) 97569-1373

Débitos

Lista de inadimplência registra 5.214 exclusões, aponta associação

Número é 15,86% menor em comparação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 6.197 consumidores

21 NOV 2020 - 19h:30 Por Lucas Lima - de Suzano
De acordo com os dados da ACE, outubro foi o sétimo melhor mês deste ano em que os consumidores saíram da lista de inadimplência. Agosto lidera, tendo registrado 6.369 exclusões De acordo com os dados da ACE, outubro foi o sétimo melhor mês deste ano em que os consumidores saíram da lista de inadimplência. Agosto lidera, tendo registrado 6.369 exclusões / Arquivo/DS
Ao todo, 5.214 consumidores saíram da lista de inadimplência, durante outubro, em Suzano. O número é 15,86% menor em comparação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 6.197 consumidores que pagaram as dívidas. Os dados são da Associação Comercial e Empresarial (ACE).
 
De acordo com os dados da ACE, outubro foi o sétimo melhor mês deste ano em que os consumidores saíram da lista de inadimplência. Agosta lidera, tendo registrado 6.369 exclusões. Na segunda posição vem julho, com 5.811 consumidores que quitaram as dívidas. Com 5.596 exclusões da lista, setembro ficou na terceira colocação. Março, janeiro e fevereiro antecedem outubro, com 5.438, 5.409 e 7.276 exclusões, respectivamente.
 
Abril, maio e junho fecham a lista como os meses que menos registraram consumidores fora da lista de inadimplência. Junho registrou 3.126 exclusões, maio computou 2.388 exclusões e abril, que teve 1.909.
 
Segundo a ACE, a variação depende de diversos fatores. Porém, o que mais impacta é o fator econômico. A associação classificou o ano de 2020 como um ano ruim para a economia, com queda acentuada do Produto Interno Bruto (PIB).
 
A ACE informou que o auxílio emergencial de R$ 600 e R$ 1,2 mil, distribuído pelo governo federal à população, pode ter ajudado na quitação de dívidas, diminuindo a quantidade de pessoas devedoras. 
 
“Quem não compra, não faz dívidas. E também com a distribuição do auxílio, muitas pessoas usaram parte deste recurso para quitar dívidas, reduzindo o número de devedores”, afirmou.
Inclusões
 
O número de inclusões na lista de inadimplência foi de 4. 692 em outubro. O dado representa uma queda de 42,75% em comparação ao mesmo período de 2019, quando foi registrado 8.195 inclusões.

Leia Também