(11) 97569-1373

Projeto em Suzano busca impedir pichações em prédios

Prática de vandalismo também prejudica a paisagem urbana da cidade

16 OUT 2020 - 23h:35 Por Matheus Cruz - de Suzano
Pichações chamam atenção de moradores e pessoas que passam pelo Centro Pichações chamam atenção de moradores e pessoas que passam pelo Centro / Regiane Bento/Divulgação
A quantidade de pichações nos prédios de Suzano chama a atenção de moradores e pessoas que passam pelo centro todos os dias. Os prejuízos para os comerciantes da cidade são incontáveis, já que é necessário refazer a pintura da fachada e portas dos comércios após cada ação. A prática de vandalismo é combatida pela GCM que realiza em média de dois a três flagrantes de pichações por mês.
 
Segundo o comando da Guarda Civil de Suzano, é realizado o patrulhamento preventivo e é utilizado o sistema de monitoramento da Central de Segurança Integrada (CSI) para evitar o vandalismo em imóveis da cidade. 
 
Conforme publicado no portal do DS no dia 14 deste mês, a GCM deteve dois jovens que praticava pichações na porta de uma loja na Rua General Francisco Glicério, no centro. Na ocasião, lata e outros objetos também foram apreendidos. Os autores foram levados para a delegacia central, onde o caso foi registrado.
 
É válido lembrar que caso o autor da pichação seja menor de idade, ele é conduzido à delegacia, onde são acionados os pais ou responsáveis, ficando à disposição da Justiça. Se for maior de 18 anos, o suspeito é conduzido à delegacia onde é lavrado um Termo Circunstanciado. 
 
A Secretaria de Cultura de Suzano informa que promove o projeto Arte Pública com o objetivo de valorizar o trabalho de artistas urbanos e plásticos da região, revitalizando espaços públicos. A pasta informa também que atualmente dois novos painéis estão sendo pintados, localizados no viaduto Leon Feffer, na região central da cidade. 
 
A iniciativa promove a conscientização da preservação do patrimônio público, porta de lojas e a manifestação por meio da arte urbana.

Leia Também