(11) 97569-1373

Cidades

Projeto visa ensino sobre a Constituição para estudantes

Olimpíada da Constituição é realizada anualmente e busca o fortalecimento da comunidade escolar

14 JAN 2021 - 10h:12 Por Thiago Caetano - de Suzano
Projeto visa ensino sobre a Constituição para estudantes Projeto visa ensino sobre a Constituição para estudantes / Arquivo/DS
Um projeto visa levar o conhecimento sobre a Constituição Federal para alunos do Ensino Fundamental e Médio nas escolas do Alto Tietê. A Olimpíada da Constituição é realizada anualmente e busca o fortalecimento da comunidade escolar. O projeto é promovido pela Associação do Cidadão de Suzano. 
 
O projeto possui duas fases: a primeira fase é levar o ensinamento da Constituição Federal para os alunos, da 5º série do Ensino Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio. Os alunos do quinto ano, estudarão do artigo 1 ao 4, conforme explica o presidente da associação Julio Tadeu. Os alunos também contarão com o auxílio do aplicativo Herói Cidadão, que é gratuito para celular Android. “O artigo 1 ao 4 é mais fácil para eles entenderem. No aplicativo, que por enquanto só temos para celular Android, eles podem ter acesso a Constituição. Tudo feito de uma maneira que chamem a atenção deles”, contou o presidente. 
 
A temática segue da seguinte maneira: os alunos do 6º ano estudarão a partir do artigo 6 ao 17; no 7º ano os alunos estudarão a partir do artigo 18 até o 43; no 8º os estudos se concentram do artigo 44 até o 135 e os alunos do 9º ano estudarão do artigo 136 até o 144. Os estudantes do 1º ano do Ensino Médio vão estudar a partir do artigo 145 até o 169; o 2º ano do artigo 170 ao 192 enquanto o 3º ano estudará do artigo 193 ao 232. 
 
Após esse procedimento, os alunos passarão para a segunda fase da Olimpíada da Constituição, que consiste em uma prova. “Eles farão uma olimpíada, que é um teste sobre tudo o que estudantes aprenderam no curso”, explica Tadeu. 
 
Os ensinamentos são aplicados por estudantes de direito, de forma voluntária. Para participar, o voluntário precisa preencher um formulário que pode ser acessado pela plataforma de voluntariado Atados. Segundo Tadeu, eles também serão orientados por uma advogada responsável pela pasta jurídica da entidade e não há restrição de universidades. “Existe um contrato de voluntariado. Durante o período, ele é acompanhado pela advogada”.
 
As escolas que mostrarem interesse deve realizar as inscrições até o dia 3 de abril. A princípio, o período se encerraria em março, mas devido à pandemia da Covid-19 o prazo teve que ser ampliado. A associação enviará uma ficha de inscrição com informações da escola, como nome, localização, média de alunos, entre outros. 

Leia Também