(11) 97569-1373

Região deve receber estande de tiro, equipe de drones e novo batalhão

Anúncio foi feito após evento ‘Café com o comandante’, realizado na sede do CPAM-12 em Mogi das Cruzes

10 SET 2019 - 23h:37 Por Fernando Barreto - da Região
Informações foram passadas pelo comandante do Policiamento de Área Metropolitana (CPAM-12), coronel Wagner Tadeu Silva Prado Informações foram passadas pelo comandante do Policiamento de Área Metropolitana (CPAM-12), coronel Wagner Tadeu Silva Prado / Sabrina Silva/DS
O Alto Tietê deve receber um estande de tiro, equipes de três policiais para pilotar drones e um novo batalhão de polícia em Itaquaquecetuba. As informações foram passadas pelo comandante do Policiamento de Área Metropolitana (CPAM-12), coronel Wagner Tadeu Silva Prado. 
 
Ele conversou com a reportagem após o evento ‘Café com o Comandante’. O evento premia os melhores soldados e melhor operação do mês anterior. Segundo informações passadas pelo comandante, está em estudo a construção de um stand de tiro para os policiais militares da região. 
 
“Estamos estudando ainda, mas queremos construir um estande de tiro para os policiais da região. Provavelmente será construido em Itaquá”, disse o coronel Prado. Outra informação passada pelo coronel é o novo batalhão da Polícia Militar, que está sendo construído em Itaquaquecetuba. Prado disse que o valor da obra é de aproximadamente R$ 6 milhões.
 
“O novo batalhão felizmente está sendo construído. Demorou porque precisou ser feito a fundação, terraplanagem. Mas acredito que dentro de oito meses ficará pronto”, informou o coronel.
 
O local para construção do stand de tiro, citado nesta reportagem, será próximo à este novo batalhão em Itaquá. Prado afirmou que o local é amplo e permite a construção de um stand. 
 
“Queremos construir o stand em Itaquá, porque assim podemos atender toda a região do CPAM-12, como os batalhões do CPAM-9, em Guarulhos”.
 
Além disso, Prado afirmou que nos próximo meses encaminhará sete soldados da região para treinamento em São Paulo. Eles serão responsáveis por operar o novos drones, do programa estadual “Olho de Águia 4.0”.
 
“Os locais onde o drone já chegou, mas não existem equipes formadas, serão priorizadas pelo Estado. Por isso reservamos sete lugares para encaminhar nossos soldados. Três serão encaminhados para Itaquá, três para Suzano e dois para Mogi”, disse o coronel.
 
Computadores
 
Além dessas informações, o comandante Prado disse que Mogi das Cruzes foi beneficiada com uma verba de R$ 25 mil do Juízado Especial Criminal. Esse dinheiro será usado para a compra de novos computadores.
 
Suzano também recebeu verba, que segundo o coronel, somam R$ 50 mil. O dinheiro será investido em computadores e um cão farejador. 

Leia Também