(11) 4745-6900

Medidas

Restaurantes de Suzano descartam pedir carteira de vacinação

Estabelecimentos mantém obrigatoriedade do o uso obrigatório das máscaras e álcool em gel

19 JAN 2022 - 11h:15 Por Guynever Maropo - de Suzano

Ao contrário de São Paulo, que aprovou a apresentação do passaporte de vacina para entrada em comércios alimentícios, em Suzano os restaurantes e bares não estão exigindo do público a carteira de vacinação.

Apesar disso, será mantido o uso obrigatório das máscaras e álcool em gel no local. Para o consumo em restaurantes Self Service é obrigatório o uso de luvas e máscaras para se servir.

De acordo com a gerente do Pague Pouco, Marisa Miranda, o restaurante segue todas as medidas de segurança contra o covid-19. No entanto, a exceção é que ainda não exigem o passaporte da vacina para entrar. Caso a Prefeitura e a Vigilância Sanitária criem um decreto eles vão aderir.

Na visão da Marisa os clientes não vão gostar de apresentar a carteira de vacinação para comer no estabelecimento. 

“Os clientes vão reclamar e não vão querer apresentar o passaporte de vacina. Vou perder clientes que não aceitarem essas novas medidas”, explica.

Cenário parecido é avaliado pela Adriana Simplício gerente do restaurante Ana Claudia. O restaurante funciona das 6 às 22 horas seguindo todas as medidas protocoladas contra o coronavírus.

“Concordo em aderir o passaporte de vacinação para os estabelecimentos alimentícios. E também precisa aumentar a fiscalização no limite de pessoas por estabelecimento para evitar o contágio do vírus”, conta. 

De acordo com Anderson Machado, dono da Sr. Dom Padaria, eles são a favor da apresentação do passaporte de vacina para entrada nos estabelecimentos. No entanto, a medida tem que ser obrigatória para todos os estabelecimentos alimentícios de Suzano.

“Tem que cobrar a apresentação da carteira de vacinação em restaurantes grandes para depois cobrarem dos menores. E todos devem respeitar o decreto”, afirma.

Para o público a apresentação do passaporte de vacina em restaurantes e bares é bom para se sentirem mais seguros. 

A fiscal de lojas Daiane Leal apoia a medida. “Concordo, que tenham que apresentar o passaporte de vacina em restaurantes e bares. Porque não se sabe quem está imunizado ou não”, diz.

O autônomo Everton Queiroz é a favor dos estabelecimentos exigirem o passaporte da vacina, “Sou a favor. Porque acho hipocrisia as pessoas não quererem se vacinar, mas querem continuar frequentando os locais que exigirem o comprovante da vacina”, explica.

Tem que pense diferente é o caso do autônomo Lucas Parque. “É errado cobrarem o passaporte da vacina. Porque se vivemos em um país democrático, eu posso escolher em quem eu voto porque não posso optar em não andar com a caderneta de vacinação”, finaliza.

Prefeitura

A Prefeitura de Suzano informa que não há nenhum decreto municipal em vigência atualmente que estabeleça a apresentação da carteira de vacinação contra o coronavírus para entrar nos estabelecimentos.

Apesar disso, ressaltam que os comércios alimentícios devem exigir o uso de máscaras e ofertarem álcool em gel ao público presente.

Leia Também