(11) 4745-6900

Suzano fecha a segunda-feira com um leito ocupado dos 31 destinados para Covid-19

Entre os 31 leitos disponibilizados na rede municipal, um paciente ocupa a enfermaria, segundo a Secretaria de Saúde

26 OUT 2021 - 05h:00 Por Matheus Cruz - de Suzano
Taxa de ocupação fechou em 3,22% nesta segunda-feira (25) em Suzano Taxa de ocupação fechou em 3,22% nesta segunda-feira (25) em Suzano / Regiane Bento/DS
A taxa de ocupação nos leitos destinados a pacientes com Covid-19 na rede municipal de Suzano fechou em 3,22% nesta segunda-feira (25). Entre os 31 leitos disponibilizados na rede municipal, um paciente ocupa a enfermaria do Pronto-Socorro Municipal (PS).
 
De acordo com o Executivo suzanense, o paciente ocupa um dos leitos de enfermaria/semi-intensiva (com suporte ventilatório) da unidade. A taxa é considerada baixa, ainda mais se comparada com meses anteriores, quando o Executivo chegou a contratar leitos em hospitais privados para receber pacientes. 
 
O dado também representa a importância da vacinação, que avança na cidade. Atualmente a campanha de imunização ocorre nos 24 postos de Saúde do município. Os trabalhos ocorrem das 8 às 15 horas com a oferta da primeira, da segunda e da terceira dose.
 
Estado
 
A Secretaria de Estado da Saúde informou que mantém o monitoramento do cenário da Covid-19 em todas as regiões. 
 
Ontem (25), a taxa de ocupação na Grande São Paulo é de 34,4% de UTI e 31,8% em enfermaria. A atualização ocorre diariamente e pode se conferida no site: https://www.seade.gov.br/coronavirus/#.
 
Os hospitais estaduais do Alto Tietê mantêm leitos reservados e exclusivos para Covid-19. 
 
O Santa Marcelina de Itaquaquecetuba conta com 10 leitos de UTI, sem ocupação dos leitos e 10 de enfermaria, com 60% de ocupação. 
 
No Hospital Dr. Arnaldo Pezzuti, estão em funcionamento 30 leitos de enfermaria, com ocupação de 33,33% e 30 leitos de UTI, com 30% de ocupação. Já o Hospital Auxiliar de Suzano opera com 20 leitos de enfermaria com 15,79% de ocupação. 
 
Os serviços do SUS seguem dedicados a garantir assistência adequada e oportuna a todos. É importante destacar que taxas de ocupação variam no decorrer do dia em virtude de fatores como altas, óbitos ou transferências para leitos de enfermaria ou UTI, por exemplo. 

Leia Também