(11) 4745-6900

Saúde

Telemedicina contempla mais de 3,2 mil pessoas em um ano

Serviço é oferecido gratuitamente para pessoas que apresentam sintomas da Covid-19

8 ABR 2021 - 17h:00 Por de Suzano
Telemedicina contempla mais de 3,2 mil pessoas em um ano Telemedicina contempla mais de 3,2 mil pessoas em um ano / Irineu Junior/Secop Suzano

O serviço de telemedicina, oferecido pela Prefeitura de Suzano para pessoas que apresentam sintomas do novo coronavírus (Covid-19), completa um ano de funcionamento nesta sexta-feira (9). As consultas on-line são gratuitas e realizadas por profissionais da rede pública de saúde. No período, o trabalho beneficiou 3.239 pacientes.

O número de médicos atuando no projeto varia entre dez e 20, de acordo com a demanda do sistema municipal de saúde. Eles trabalham em sistema de rodízio entre 8 e 20 horas. Para receber atendimento basta ligar para a Central de Combate ao Coronavírus no telefone 0800-484-8001. Após o processo de triagem, o paciente recebe um SMS com o link que vai direcioná-lo para a videochamada com o médico.

O serviço foi implementado na cidade logo no início da pandemia da Covid-19 para dinamizar o atendimento à população e diminuir os riscos de contaminação entre médicos e pacientes. Nas consultas, os profissionais realizam a avaliação da suspeita de contaminação e orientam os suzanenses sobre o que fazer, seja em condições leves, com recomendação de isolamento, ou em quadros de risco, que são encaminhados imediatamente ao serviço de saúde presencial.

O funcionamento remoto das atividades permite que os profissionais acompanhem a situação de saúde dos pacientes ao longo dos dias. A cada 48 horas, os suzanenses que passaram pela telemedicina e estão com sintomas receberão mensagens para monitoramento de suas condições. Além disso, médicos com mais de 60 anos podem atuar de forma segura, longe do risco de contaminação.

A médica Paula Martins de Oliveira Ferrari, que está atuando no projeto desde o começo, acredita que o serviço foi essencial ao longo dos últimos 365 dias. “Tenho feito uma série de atendimentos e é essencial entender o quadro do paciente, pois, muitas vezes, são apenas dúvidas. Desta forma, conseguimos evitar que o mesmo se exponha ao vírus dentro de um hospital de referência”, explicou.

Segundo balanço da Secretaria Municipal de Saúde, os principais locais que utilizaram o serviço foram os bairros Vila Urupês, Jardim Colorado, Cidade Miguel Badra, Cidade Boa Vista e o centro.

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, comemorou a marca de um ano de serviços prestados e ressaltou que, graças à telemedicina, muitos suzanenses que não estavam com a Covid-19 foram orientados em casa e evitaram a exposição ao vírus. “O resultado conquistado em um ano de funcionamento evidencia a importância desse recurso no combate ao novo coronavírus. Com essa inovação, trazemos segurança e praticidade para os cidadãos”, afirmou.

Leia Também