(11) 4745-6900

Cultura

Espetáculo 'A Dócil', inspirado na obra de Dostoiévski, chega a Suzano em apresentação única e gratuita

Para assistir, será obrigatório o uso de máscaras e apresentação do comprovante de vacinação contra Covid com, no mínimo, duas doses

2 JUN 2022 - 14h:48 Por de Suzano
Espetáculo 'A Dócil', inspirado na obra de Dostoiévski, chega a Suzano em apresentação única e gratuita Espetáculo 'A Dócil', inspirado na obra de Dostoiévski, chega a Suzano em apresentação única e gratuita / Malu Freire/Divulgação

A apresentação do espetáculo “A Dócil”, inspirado na obra do escritor russo Fiódor Dostoiévski, acontece neste sábado (4), às 20 horas, em Suzano. A apresentação, única e gratuita, será no Teatro Contadores de Mentiras (rua Maria de Lourdes M. Vieira, 42, Parque Maria Helena).

Aprovado com recursos do Programa Ação Cultural (Proac 01/2020), da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, o espetáculo é uma realização da Cia Teatro da Cidade, de São José dos Campos, em parceria com o Laboratorio Escénico Univalle, de Cali, na Colômbia, e a FFLCH-USP (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP).

Os ingressos devem ser reservados antecipadamente pela plataforma Sympla (https://www.sympla.com.br/a-docil---apresentacao-em-suzano__1584191).

Para assistir ao espetáculo, os protocolos de saúde serão exigidos, com uso de máscaras durante toda a apresentação. Também será obrigatória a apresentação do comprovante de vacinação contra Covid-19 com, no mínimo, duas doses.

O comprovante pode ser físico (carteirinha de vacinação) ou digital (disponível nos aplicativos conecte SUS, Poupatempo Digital e E-saúde SP).

O espetáculo

O espetáculo conta a história de um dono de uma loja de penhores que busca a possível justificativa sobre os motivos do suicídio da sua jovem esposa, que pulou da janela segurando a imagem de uma santa.

A direção é do colombiano Alejandro Puche e da chinesa Ma Zhenghong. Conta ainda com Claudio Mendel, como diretor assistente, Elena Vássina (Rússia), na consultoria dramatúrgica, Nour Koeder (Síria), na criação de figurinos, Pitiu Bonfim, responsável pela cenografia, e Beto Quadros, na direção musical e trilha sonora.

O processo de montagem teve início no ano passado, de forma virtual, devido à fase de isolamento imposta pela pandemia de Covid-19.

A proposta inicial era comemorar os 200 anos de Dostoiévski, em 2021. Mas, somente esse ano foi possível o encontro dos 13 profissionais envolvidos.

Ao propor uma nova encenação para o texto “A Dócil”, a Cia Teatro da Cidade não só homenageia o legado de Dostoiévski, como também reafirma o paradigma da formatação do trabalho do ator a partir da verticalização do papel social da atuação, uma vez que as obras do escritor russo são fendas para a descoberta da humanidade _impregnada de julgamentos, angústias e idealizações de poder.

“O espetáculo envolveu grandes desafios, já que tivemos de vencer barreiras geográficas e culturais para unir o trabalho de profissionais e artistas de várias nacionalidades, o que enriqueceu muito o resultado final. Esperamos que o público também aprove”, disse o diretor assistente, Claudio Mendel. 

Leia Também