(11) 4745-6900

Cultura

Estreia de longa-metragem de diretor suzanense está prevista para 25 de fevereiro

Árvore que Chorava Sangue promete assustar os amantes do gênero terror

9 SET 2021 - 15h:18 Por Daniel Marques - de Suzano
Estreia de longa-metragem de diretor suzanense está prevista para 25 de fevereiro Estreia de longa-metragem de diretor suzanense está prevista para 25 de fevereiro / Regiane Bento/DS
O primeiro longa-metragem do diretor suzanense Janderson Rodrigues já tem data de lançamento definida. A Árvore que Chorava Sangue tem estreia prevista para o dia 25 de fevereiro de 2022, no Rio de Janeiro, e promete agradar e, principalmente, assustar os amantes do gênero terror.
 
Na história, um grupo resolve acampar durante um final de semana sem celular. Porém, ao chegarem ao local, eles são atacados por uma família de canibais. O filme inteiro foi gravado dentro da cidade de Suzano.
 
O longa rodou em 6K e teve cinco dias de gravações. A obra foi produzida e roteirizada por Janderson e, segundo ele, conta com nomes importantes como Débora Munhys, Rogério Rolim, Nicko Silva, Sérgio Machado e Fernanda de Jesus.
 
A produção já está sendo negociada com uma distribuidora portuguesa e também contará com distribuição aqui no Brasil. 
 
A trilha sonora contará com músicas inéditas, composições do MC Duplex e da Estrada Films.
Janderson destacou a importância do elenco e os esforços feitos por ele, disse que são pessoas com bagagem e afirmou estar surpreso com a evolução da obra.
 
“Para mim já está sendo uma grande surpresa. O filme foi gravado em cinco dias. Esse processo foi puxadíssimo. Aluguei uma chácara em Suzano, gravamos em outra na frente. Foram 12 horas de filmagens por dia. No total, mais de 30 pessoas, contando produção e elenco, fazem parte de tudo isso. Temos um elenco muito pesado”, declarou. 

Leia Também