Logo de aniversário de 60 anos
(11) 4745-6900

Acesso ao vestibular

26 MAI 2021 - 05h:00

Para muitos, conseguir entrar em uma faculdade é a realização de um sonho com a perspectiva de um futuro melhor ao atuar na profissão escolhida. 
As dificuldades, sem dúvida, são grandes para estudantes de famílias mais carentes. O acesso ao ensino superior no Brasil ainda continua restrito e os estudantes se esbarram nas dificuldades de fazer uma graduação.
O número de oportunidades para o ensino superior é um dos fatores, reduzindo à duas alternativas: tentar conseguir uma pontuação alta para ter acesso aos benefícios de programas oferecidos pelo governo ou entrar em uma faculdade particular e não ter como arcar com a mensalidade integral do curso. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), analisando dados gerais da rede privada, houve o registro da primeira queda nas matrículas em um período de 25 anos, com uma redução de 16.529 alunos (0,3%).
Os cursos pré-vestibular tem contribuído, de forma direta, na preparação de estudantes. 
O problema é que muitos são pagos. Mas o poder público pode contribuir com cursos gratuitos. Em Suzano, por exemplo, o Curso Pré-Vestibular Municipal, oferecido pelo Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe), completou quatro anos nesta segunda-feira (24) com mais de 600 alunos assistidos e média de 60% de aprovação nos vestibulares de universidades públicas e privadas do País. 
Um número importante porque atende muitos estudantes carentes na cidade.
O projeto beneficia os cidadãos que se encontram em situação de vulnerabilidade econômica e oferece a oportunidade de ingresso no ensino superior de forma gratuita e com qualidade.
Por meio da parceria com educadores da rede estadual e da rede particular de ensino de Suzano, o sonho de cursar uma faculdade se tornou possível para muita gente. Cada turma tem acesso às aulas de segunda a sexta-feira em um período médio de seis a nove meses. O conteúdo pragmático envolve dez disciplinas, que compõem as quatro áreas do conhecimento, e ainda conta com o apoio de um material didático exclusivo, elaborado e atualizado pelos próprios docentes. São realizados também simulados, aulas complementares e outros encontros. 
É importante que os estudantes tenham mais acesso às universidades e, para isso, o preparo com os “cursinhos” contribuem para que cada um tenha um mínimo de preparo. 
Evidente que o currículo escolar das escolas públicas também é absorvido e reforçado pelos cursos pré-vestibulares.
Desde 2017, o projeto superou as expectativas e vêm despertando o interesse de públicos diversos para uma nova oportunidade na carreira profissional.

Leia Também