(11) 97569-1373

Apelo ao Ministério Público

7 JUL 2020 - 23h:59
O DS publicou, na edição de ontem, reportagem mostrando que o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) encaminhou novo ofício à Secretaria de Estado da Saúde cobrando a atualização do cronograma de implantação dos leitos de Covid-19 no Hospital das Clínicas Auxiliar de Suzano.
 
É que o Estado novamente descumpriu o prazo de entrega de leitos. Em princípio a previsão era dia 30 de junho. Depois mudou para 6 de julho. Mesmo assim, o Estado não conseguiu fazer a entrega dos leitos.
 
O jornal mostrou, em reportagem, que o Condemat protocolou, no Ministério Público Federal (MPF), o pedido para acompanhamento da execução dos compromissos assumidos pelo Governo do Estado para a ampliação da capacidade hospitalar do Alto Tietê.
 
Em maio, em reuniões com prefeitos, secretários municipais de Saúde e o procurador da República, Guilherme Rocha Göpfert, a Secretaria de Estado da Saúde – através do secretário José Henrique Germann, do secretário executivo Eduardo Adriano e de outros executivos – assumiu vários compromissos sobre envio de respiradores e ampliação de leitos nos hospitais estaduais do Alto Tietê, num cronograma até 30 de junho.
 
O Consórcio também solicitou informações sobre os dez respiradores enviados pelo Estado no último mês para ampliar a capacidade do Hospital Santa Marcelina, em Itaquaquecetuba, o qual permanece com a mesma quantidade de leitos de três meses atrás.
 
A necessidade dos leitos existe, mas lamentavelmente ainda não foi garantido ao HC e, pelo menos por enquanto, não existe mais prazo.
 
O hospital informou que apenas 20 leitos de enfermaria serão reservados para tratamento do novo coronavírus (Covid-19). 
 
Em nota, explicou que a inauguração, que estava prevista para ontem, acontecerá "nesta semana", sem informar um dia específico.
 
Isso porque a equipe que vai atuar no hospital ainda está sendo formada.
 
A possibilidade da entrega de leitos virou uma novela. Nesta semana, de novo, os pacientes que pedem há anos a abertura do Hospital das Clínicas de Suzano viram o prazo se estender mais. Além disso, o número de leitos reduziu novamente.
 
Inicialmente seriam 90. Depois, passaram para 40. Agora, serão 20. Segundo a nota do hospital, o processo de implantação de leitos "começará" com leitos de enfermaria. 
 
O documento não deixa claro se haverá ampliação no número de leitos nem se o hospital contará com Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), que possuem equipamentos fundamentais para a recuperação dos infectados.
 
O DS tentou esclarecer essa dúvida com a assessoria de imprensa do HC, que, por telefone, pediu para que o Estado fosse contatado para maiores esclarecimentos. 
 
O que se espera agora é que a entrega de leitos seja concretizada, mesmo após descumprimento de prazos.

Leia Também