(11) 4745-6900

Doação de sangue

13 MAI 2022 - 05h:00

Uma única doação de sangue, que é insubstituível e essencial para o corpo, pode salvar até quatro pessoas. Nos últimos anos, a doação de sangue vem marcada pelos desafios adicionais que os hemocentros do Brasil enfrentaram durante a crise sanitária de Covid-19. A doação de sangue não traz riscos adicionais quanto à Covid-19 e a perda de hemácias (células do sangue) não compromete a imunidade.
Mesmo quem já vacinou contra a Covid-19 pode doar sangue normalmente. Basta esperar um período que varia de acordo com o imunizante aplicado. 
Nesta semana, a Fundação Pró-Sangue está pedindo que a população com tipo sanguíneo RH negativo doe sangue ainda esta semana com urgência. A doação é voluntária e serve para abastecer mais de 80 instituições de saúde. O estoque é utilizado para o tratamento de pacientes que dependem regularmente de transfusão de sangue.
De acordo com a fundação, a situação atual é preocupante, uma vez que o total disponível de bolsas corresponde a 31% do necessário em estoque - no caso do tipo sanguíneo O positivo, há 5% do necessário em estoque e do O negativo, 10%. Com relação ao A negativo, há 21% do necessário em estoque e o B negativo, 36%.
Apesar de os sangues negativos estarem com o estoque em emergência, todos os tipos sanguíneos são necessários. Ainda há muitas vagas livres para doar nessa semana.
Para fazer a doação é preciso fazer agendamento pela internet. Para mais informações, basta entrar no site ou ligar para o Alô Pró-Sangue 11 4573-7800.
O DS também trouxe, na edição de ontem, a situação do Hemocentro de Suzano.
A instituição busca novos doadores de sangue dos tipos O- e O + para abastecer o estoque, que está praticamente zerado. Esses tipos de sangue são os mais utilizados em casos de emergência, por isso a necessidade de manter o estoque abastecido.
O jornal apurou que a necessidade maior é do tipo O-, doador universal para todos os demais (O +, A +, B +, AB +, A-, B-, AB-, O-).
A unidade está localizada na Avenida Antônio Marques Figueira, nas dependências da Santa Casa de Suzano, na Vila Figueira. Para uma melhor organização do estoque e comodidade dos doadores, as doações permanecem feitas mediante um agendamento prévio pelo WhatsApp (11) 4752-9999.
Caso o candidato tenha se imunizado contra a Covid-19 recentemente, tem que estar atento às medidas. Se tiver sido imunizado com a vacina Coronavac e Covaxin somente após 48 horas da aplicação da dose podem doar o sangue.
Novos doadores que tomaram as demais vacinas como AstraZeneca, Pfizer, Janssen, Sputinik e a Moderna/Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, podem fazer a doação após sete dias do recebimento da dose.
Para realizar o procedimento, o doador precisa ter mais de 16 anos. Caso seja menor de idade, o doador deve comparecer à unidade acompanhado dos responsáveis.

Leia Também