(11) 4745-6900

Empoderamento das mulheres

14 MAI 2022 - 05h:00

Empoderamento feminino é a consciência coletiva, expressada por ações para fortalecer as mulheres e desenvolver a equidade de gênero. 
Especialsitas do tema afirmam: empoderar-se é o ato de tomar poder sobre si. 
Com isso, as políticas públicas, com este objetivo, sempre são importantes. 
Ontem, o governo estadual anunciou ação que vai contribuir. 
Nos últimos anos, São Paulo se tornou pioneiro no desenvolvimento de serviços e programas direcionados às mulheres, de proteção e bem-estar, combate à violência, preservação da saúde, cultura, educação, empreendedorismo, entre outros. 
Para facilitar o acesso a essas iniciativas, foi criado um site exclusivo com todas as políticas públicas que possibilitam o protagonismo e espaço para o empoderamento das mulheres no Estado.
Na área de combate à violência feminina, o Aplicativo SOS Mulher oferece uma série de medidas protetivas e já conta com 30 mil inscritos e 2,7 mil acionamentos. Com a ferramenta, vítimas de violência doméstica que estiverem em situação de risco podem acionar a Polícia Militar de SP apertando apenas um botão do celular por cinco segundos.
Outra iniciativa são as Delegacias de Defesa da Mulher (DDM), que desde agosto de 2020 atendem exclusivamente ocorrências de violência doméstica ou familiar e infrações contra a dignidade sexual praticadas contra pessoas com identidade de gênero feminino e contra crianças e adolescentes. Além das DDMs, todas as delegacias de São Paulo estão preparadas para atender os casos de forma humanizada.
Em Suzano, a DDM e a Patrulha Maria da Penha são importantes no combate, por exemplo, à violência às mulheres.
No Estado, na área de proteção social, o Programa Dignidade Íntima garante distribuição de absorventes para 1,3 milhão de alunas em situação de vulnerabilidade social, nas mais de 5 mil escolas atendidas. O investimento de mais de R$ 30 milhões propicia a aquisição de produtos de higiene menstrual à parcela da população que mais necessita.
Na área de empreendedorismo, o Governo de São Paulo ampliou valores do Bolsa Povo em benefício do público feminino, que representa 94% do programa. A iniciativa unifica todos os programas sociais de SP em um cadastro único com aumento dos valores pagos e ampliação da abrangência.
Um dos pilares das políticas públicas de SP, o Programa Creche Escola foi pensado especialmente para as mães que não têm com quem deixar o filho para ir trabalhar. Portanto as ações são muitas e contribuem para o avanço no empoderamento e segurança das mulheres. 

Leia Também