(11) 4745-6900

Limpeza de rios e córregos

18 FEV 2021 - 05h:00

Especialistas destacam a importância do desassoreamento de rios. É um processo que consiste na limpeza do local, retirando da água toda a sujeira encontrada, bem como a retirada de resíduos e até mesmo matos que são encontrados e crescem nas margens.
É, sem dúvida, um processo importante para evitar enchentes.
Com o desassoreamento de rios, é possível devolver ao reservatório a sua capacidade natural de armazenamento de água, bem como sua vazão correta, sem que haja o risco de transbordamento.
Na edição de ontem, o DS trouxe reportagem com informação importante.
A Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos de Suzano recebeu a garantia da realização de um processo licitatório para a execução do desassoreamento parcial do rio Taiaçupeba-Mirim, no trecho da Rua Santa Gema, na Estância Americana, bairro do distrito de Palmeiras, até Ribeirão Pires. 
O local preocupa moradores que, no período de chuvas, enfrentam grande dificuldades com inundações no local.
A informação foi confirmada durante encontro com representantes do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE). Uma nova reunião está agendada para a próxima semana a fim de debater a possibilidade de expansão do serviço para outras localidades banhadas pelo rio na cidade.
A Prefeitura de Suzano informou que segue reforçando o pedido para que o trabalho contemple toda a extensão do rio em Suzano, passando por limpeza nas regiões do Caulim, Parque Palmeiras, Parque Buenos Aires e Jardim Planalto. 
O desassoreamento é fundamental também para que se combata a poluição não só da água encontrada no rio, que futuramente voltará a ser utilizada pelo ser humano, mas também de todo o ambiente que está em volta. 
A limpeza preserva ainda aqueles que vivem nas proximidades dos rios, uma vez que se eles transbordarem por causa do excesso de água causado pela sujeira e vazão inadequada, todos correrão risco de vida.
Sem contar a solicitação de celeridade nas ações voltadas a outros cursos d’água, como os rios Tietê, Guaió e Jaguari, a fim de se evitar enchentes em pontos de atenção do município.
Não há dúvida de que o aceno representa mais um passo em direção à qualidade de vida da população. 
A conquista do desassoreamento junto ao Governo do Estado significa mais prevenção. 
Desde meados de janeiro, o trecho do Rio Jaguari que corta o bairro Miguel Badra Baixo recebe serviços de desassoreamento, sob responsabilidade do DAEE, com apoio do município.

Leia Também