(11) 4745-6900

Maio Amarelo

5 MAI 2022 - 05h:00

O Movimento Maio Amarelo nasce com proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.
O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, fugindo das falácias cotidianas e costumeiras, efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas.
Nesta semana, as cidades começaram a se organizar para o evento.
A Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana de Suzano prepara ações especiais de conscientização para o “Maio Amarelo”, mês voltado à prevenção de acidentes no trânsito. Entre as atividades, destacam-se a realização do 8º Passeio Ciclístico e um trabalho especial com o Corpo de Bombeiros.
O DS trouxe reportagem na edição de ontem mostrando que a principal ação de conscientização da campanha é a 8ª edição do "Passeio Ciclístico", evento que acontece no dia 22 de maio (domingo), a partir das 7h30, e reunirá ciclistas em uma volta por pontos da cidade, destacando a importância da responsabilidade no trânsito e do uso de meios de transporte alternativos.
Os participantes partirão do Parque Municipal Max Feffer (Avenida Senador Roberto Simonsen, 90 - Jardim Imperador) e cruzarão algumas das principais vias da cidade, retornando ao parque da cidade para finalizar o trajeto, pensado para ser uma atividade em família. A pasta também está organizando mutirões de orientação e conscientização junto ao Corpo de Bombeiros de Suzano sobre assuntos importantes, como a direção responsável no trânsito e os cuidados com a Lei Seca. A pasta estará em vários locais da cidade ao longo do mês.
A Assembleia-Geral das Nações Unidas editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. O documento foi elaborado com base em um estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. 

Leia Também