(11) 4745-6900

Ranking mundial de vacinação

1 MAI 2022 - 05h:00

A vacinação é a forma mais eficaz de frear a contaminação e o surgimento de novas variantes do coronavírus. 
Apenas a imunização em massa protege todas as pessoas da comunidade e diminui o risco de contágio.
Por isso, é importante que todos os cidadãos se vacinem, até porque, as vacinas contra Covid-19 são completamente seguras. Todas são licenciadas e rigorosamente testadas. Além disso, o acesso às doses é gratuito, com distribuição pelo Sistema Único de Saúde - SUS. 
Assim, para reduzir o número de pessoas com sintomas e internações e evitar casos graves e óbitos pela Covid-19, a principal orientação foi para que a população tomasse as doses das vacinas disponibilizadas nas Unidades de Saúde municipais. 
Optar pela imunização completa contra o coronavírus é proteger não apenas a si próprio, mas também toda a sociedade.
A vacinação tem avançado no País, mas São Paulo se destacou por ter sido o primeiro a iniciar a vacinação.
Só para se ter uma ideia, se o Estado de São Paulo fosse uma nação, estaria em primeiro lugar entre os países que mais vacinam contra a Covid-19 no mundo, com 86,83% da população com esquema vacinal completo, em comparação a países com população igual ou superior a 40 milhões de pessoas. O País que mais se aproxima da marca de São Paulo é a Coreia do Sul (86,82%).
Em seguida, estão Espanha (86,37%), China (86,33%), Japão (80,47%), Itália (79,35%), França (77,92%), Brasil (76,49%), Alemanha (75,45%), Reino Unido (72,88%) e Estados Unidos (66,11%) – os percentuais são atualizados periodicamente pelo portal Our World In Data, da Universidade de Oxford.
Entre os elegíveis para receber as doses, ou seja, todos acima de 5 anos de idade, SP já chegou a marca de 92,92% da população imunizada com as duas doses e 100% com ao menos uma dose. Na população em geral, o estado já chegou a 93,52% da população com ao menos uma dose. Nesta quinta-feira (28), o Vacinômetro (https://www.saopaulo.sp.gov.br/) registra 108,7 milhões de doses aplicadas nos 645 municípios paulistas.
A vacinação da dose adicional também tem crescido nas últimas semanas, com mais de 26,4 milhões de doses aplicadas. De acordo com o Consórcio de Imprensa, São Paulo é o estado com o maior patamar de aplicação da dose de reforço, com 54,06% da população, à frente do Piauí (44,08%), Paraíba (44,01%) e Ceará (43,73%). No Brasil, 38,65% da população recebeu a dose de reforço.
É importante que a vacinação avance. 

Leia Também