(11) 97569-1373

Um novo ano

2 JAN 2021 - 05h:00
Os prefeitos eleitos tomaram posse ontem e a partir de agora terão a responsabilidade de colocar em prática projetos em um momento muito difícil de pandemia da Covid-19.
Em todo o País, os novos prefeitos de 5.472 municípios brasileiros tomaram posse para um mandato de quatro anos, após terem sido eleitos com a maioria dos votos válidos nas eleições de novembro.
Em 96 municípios, contudo, os prefeitos eleitos ainda não tiveram seu registro de candidatura deferido e seguem impedidos de tomar posse, segundo os dados mais atualizados disponíveis no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Em decorrência de medidas de distanciamento contra a disseminação de Covid-19, a posse de muitos candidatos ocorreu por meio de videoconferência. 
Nas capitais, o mais jovem a tomar posse nesta sexta é João Campos (PSB), que assume a prefeitura do Recife com apenas 27 anos, enquanto Dr. Pessoa (MDB), empossado em Teresina, é o mais velho, com 74 anos.
Na região, os prefeitos que conseguiram ser reeleitos vão tentar manter as ações iniciadas em fevereiro de 2020 para tentar conter novos casos da doença em suas cidades.
A grande expectativa para este início de ano é com relação à vacina contra a Covid.
Os próprios prefeitos estão preocupados em garantir o maior número de doses da vacina para tentar aplicar na população.
As posses realizadas ontem no Alto Tietê, a exemplo do País, foram marcadas pelas restrições para evitar aglomerações e manter o distanciamento entre os participantes do evento. 
Um momento diferente, marcado por incertezas em relação à Covid.
De todas as áreas, a saúde será a que deverá ter maiores investimentos, principalmente neste ano de 2021. 
As propostas de governo começam a ser colocadas em prática com a escolha dos novos secretários municipais.
Cidades como Poá, Itaquá, Ferraz e Mogi das Cruzes que contam com novas administrações e terão a responsabilidade de executar os projetos para tentar melhorar ações em vários setores.
O desafio será grande, marcada também por crise financeira que deve ocorrer neste ano.
Os eleitores que votaram nos novos prefeitos têm boas expectativas de mudanças, por isso, é aguardar os primeiros dias de governo de cada um deles.
O ano que teve início ontem promete ser de muito trabalho.

Leia Também