(11) 4745-6900

Esporte

Na prorrogação, Palmeiras vence o Flamengo e é tricampeão da Libertadores

Verdão é o quarto brasileiro a conquistar a América três vezes. Deyverson marcou o gol do título

27 NOV 2021 - 19h:34 Por Thiago Caetano
Na prorrogação, Palmeiras vence o Flamengo e é tricampeão da Libertadores Na prorrogação, Palmeiras vence o Flamengo e é tricampeão da Libertadores / Conmebol/Divulgação

A América do Sul é Alviverde pela terceira vez. O Palmeiras derrotou o Flamengo por 2 a 1, na tarde deste sábado (27), e conquistou o tricampeonato da Taça Libertadores da América. A partida foi decidida na prorrogação, no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai. Foi a segunda vez seguida que o Palmeiras conquista a maior competição das Américas.

De quebra, o Palmeiras entra na lista de clubes brasileiros que mais venceram a competição, ao lado de Grêmio, São Paulo e Santos, com três títulos cada.  Os gols foram marcados por Raphael Veiga e Deyverson, o herói improvável. Gabriel Barbosa marcou para os cariocas. 

No primeiro tempo, o Palmeiras se fechou e deixou a bola nos pés do adversário para aproveitar eventuais espaços. A estratégia funcionou e logo aos 6 minutos, Gustavo Gomez lançou Mayke que encontrou Veiga livre na área para abrir o placar para o Verdão. O Palmeias manteve a postura e dificultou as investidas do Flamengo. O Rubro-Negro ainda perdeu Filipe Luís, que deu lugar a Renê. A melhor jogada do Rubro-Negro saiu aos 42 minutos do primeiro tempo. Gabriel cruzou para Bruno Henrique, que escorou para Arrascaeta. O uruguaio finalizou e Weverton fez a defesa. No final da primeira etapa, o meia finalizou de fora área, mas parou em Piquerez.

A segunda etapa começou mais movimentada, com o Flamengo criando mais oportunidades. O Palmeiras manteve a postura defensiva, mas baixou ainda mais as linhas. Aos 26 do segundo tempo, Gabriel recebeu de Arrascaeta e bateu cruzado. A bola passou entre a trave e a mão de Weverton e foi para o gol.  O jogo ganhou emoção e o Flamengo foi para o ataque. No final, Michael ganhou de Piquerez e desperdiçou a chance. A partida foi para a prorrogação.

O Palmeiras colocou a cabeça no lugar e voltou mais organizado. A mudança surtiu efeito. Após erro de Andreas Pereira, Deyverson saiu na cara de Diego Alves e marcou o segundo gol.  O Verdão manteve a marcação firme e deu poucas chances ao Flamengo. O nervosismo tomou conta da equipe carioca.  

O cenário foi o mesmo na segunda etapa da prorrogação. O Flamengo tentava chegar, mas o Palmeiras era bem organizado e não dava chances. Pedro até tentou, mas mandou para fora. O Flamengo insistiu, porém não conseguiu empatar. A América foi pintada de verde pela terceira vez.

Leia Também