(11) 4745-6900

Lance Livre 15-06-2022

15 JUN 2022 - 05h:00 Por Edgar Leite

Evento de geoprocessamento
O evento "Gov Summit 2022", que contará com a participação da Secretaria de Planejamento Urbano e Habitação de Suzano, foi adiado para o dia 4 de agosto.
 
Iniciativa
A iniciativa promovida pela Imagem, distribuidora oficial da Esri no Brasil, empresa líder mundial em Sistemas de Informações Geográficas, será na capital paulista. Na oportunidade, a pasta suzanense, liderada pelo arquiteto Elvis Vieira, deverá apresentar o portal de geoprocessamento de informações “GeoSuzano” como caso de sucesso.
 
Servidores da manutenção
A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social promoveu um café da manhã especial em homenagem aos servidores da Manutenção e Serviços Urbanos e da Defesa Civil. O encontro contou com a presença do prefeito Rodrigo Ashiuchi e teve o objetivo de enaltecer a atuação dos colaboradores no combate e prevenção a catástrofes. 
  
 
Geraldo Garippo
De acordo com o chefe da pasta de Assistência e Desenvolvimento Social, Geraldo Garippo, neste ano de 2022 não houve nenhum registro de famílias afetadas pelas fortes chuvas, sendo resultado das diversas intervenções da prefeitura na prevenção de enchentes e outras calamidades, com a limpeza da rede de drenagem e de córregos e rios, por exemplo.
 
Dados
Entre os dados apresentados no encontro, a Secretaria Municipal de Manutenção e Serviços Urbanos realizou a limpeza de 10.767 bueiros e 479,1 quilômetros da rede de drenagem, o que resultou na retirada de 17.324 toneladas de resíduos. “Todo esse trabalho fez com que os registros de alagamentos caíssem de 246 pontos, em 2016, para 5, em 2021, ou seja, uma queda de 98% dos casos. Importante reforçar ainda que nos últimos dois anos não tivemos nenhuma família afetada”, disse o titular Samuel Oliveira. 
 
Equipes
Conduzindo o evento, Garippo destacou a união das equipes. “Expressamos nossa gratidão aos profissionais que atuam nas enchentes e no combate às catástrofes. Esse espaço que hoje estamos é voltado ao acolhimento de famílias que perderam suas casas, mas há mais de dois anos não precisamos usar esse local. Tudo isso é graças ao trabalho de prevenção às enchentes. A Assistência Social sempre esteve de prontidão, junto à manutenção e à Defesa Civil. Mas graças a Deus não tivemos nenhuma ocorrência”.

Leia Também