(11) 4745-6900

Lance Livre 28-11-2021

28 NOV 2021 - 05h:00 Por Edgar Leite

Nova agência  
do INSS
Na semana passada, o prefeito Rodrigo Ashiuchi (PL) se reuniu, em Brasília, com o presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), José Carlos Oliveira. Na ocasião, Ashiuchi apresentou interesse em receber uma nova agência do INSS em Suzano, maior e com mais serviços, a fim de transformar o município em referência para atendimento do público do Alto Tietê. 
 
Parceira
Segundo o prefeito, a Prefeitura entraria como parceira para que o instituto possa construir uma unidade ainda melhor. O governo federal adiantou que vai estudar a proposta.
 
Fake news
A Prefeitura de Suzano, por meio da Secretaria de Comunicação Pública, reiterou, esta semana, junto à população o alerta para perfis, páginas e conteúdos falsos na internet. 
 
Publicação
Nos últimos dias, a administração tomou conhecimento sobre uma publicação no Facebook referente a programas municipais voltados à qualificação profissional. A pasta reforça que toda comunicação oficial da Prefeitura se dá somente por meio do site www.suzano.sp.gov.br, bem como pelas redes sociais Facebook (@prefsuzano), Instagram (@prefeituradesuzano), Twitter (@presuzano) e LinkedIn (company/prefeituradesuzano).
 
Oferta de hospitais públicos
A oferta de hospitais públicos de âmbito estadual aumentou nos últimos dois anos no Estado de São Paulo. O número de locais de atendimento saltou de 91, no primeiro semestre de 2019, para 107, entre janeiro e junho de 2021, representando um acréscimo de 17,6% nas unidades disponíveis aos cidadãos paulistas.
 
Leitos
Os leitos existentes para assistência médico-hospitalar sob responsabilidade estadual também foram ampliados. A capacidade, que era de 20.844, nos primeiros seis meses de 2019, passou para 24.324 entre janeiro e junho deste ano. Neste caso, o incremento foi de 16,7% em toda a rede de atendimento à população.
 
Comparação
Por outro lado, na comparação do mesmo período, o número de procedimentos realizados caiu de 33.048.932 para 25.315.337. O levantamento inclui consultas, tratamentos, cirurgias, exames e atendimentos ambulatoriais em hospitais próprios administrados diretamente pelo Estado.

Leia Também