(11) 97569-1373

Nadadores de Suzano com Síndrome de Down conquistam índice para competir no México

Esta competição é uma das etapas para que os atletas obtenham índice para participar do Campeonato Mundial

17 JUL 2019 - 15h:03 Por de Suzano
Técnica Flávia Samira e os atletas da ACEDEP que vão representar o Brasil no México em busca do índice para o Mundial Técnica Flávia Samira e os atletas da ACEDEP que vão representar o Brasil no México em busca do índice para o Mundial / Divulgação

 Três atletas da Associação Cultural Especial Paradesportiva Paulista (ACEDEP) garantiram índice para a disputa dos Primeiros Jogos Internacionais das Américas da Trisomia 21 (First International Games of the Americas of Trisomy 21, em inglês), que será disputado em agosto na cidade de Morelia, no estado de Michoacán, no México.

Esta competição é uma das etapas para que os atletas obtenham índice para participar do Campeonato Mundial - o 2º Trisome Games, que está programado para ocorrer na Turquia em 2020.

As vagas para a disputa do campeonato no México foram conquistadas por Sthela de Matos Correa, Gabriel de Souza Ghitelar Pedro e Weslei Gonçalves, que superaram todas as dificuldades de treinamento e preparação, já que eles integram uma equipe de natação que conta ainda com mais dois atletas com deficiência intelectual e duas técnicas.

 "A equipe faz seu treinamento na piscina do Parque Municipal Max Feffer, em Suzano, de terça à sexta-feira e, apesar de não mais existir o projeto pelo qual eles participavam, a piscina nos foi cedida gentilmente pela Secretaria Municipal de Esportes de Suzano. E também, treinamos pelo menos duas vezes no mês, o Centro de Treinamento Paralímpico, situado na Rodovia dos Imigrantes, com o núcleo de São Paulo", frisou Flávia Samira Passos Apparecido, uma das técnicas do projeto da ACEDEP em Suzano e que trabalha na companhia da também treinadora Telma Prieto de Araújo, responsável pelos tempos dos nadadores.

Os atletas da ACEDEP vão integrar a seleção brasileira que será composta também por representantes do Rio de Janeiro e Santa Catarina. Sthela de Matos é a atual vice-campeã brasileira de natação da Confederação Brasileira de Desportos para Deficientes (CBDI) e vai competir no México em seis provas (200m livre, 400m livre, 50m costas, 100m costas, 50m livre e 100m borboleta); Gabriel de Souza, que foi campeão brasileiro pela CBDI e suplente para os Jogos Mundias em Abu Dabi, conquistou índice para cinco provas (50m livre, 100m livre, 50m costas, 100m costas e 50m borboleta); e Weslei Gonçalves, vice-campeão brasileiro pela CBDI, vai nadar em seis provas (200m livre, 400m livre, 800m livre, 1500m livre, 100m costas e 100m borboleta).

Ajuda

Flávia destaca que tem buscado apoios e patrocínio para que os atletas participem da competição no México, recorrendo a amigos e familiares e até formalizou uma vaquinha virtual na Internet para conseguir o dinheiro necessário das despesas. "As passagens são caras e nos resta pouco tempo para levantar o valor, e por isso contamos com a colaboração de todos. Qualquer contribuição é bem vinda e ajudará nossos guerreiros a irem cada vez mais longe", frisou a treinadora, destacando que a meta para a viagem é arrecadar R$ 20 mil. O link para ajudar na vaquinha virtual é http://vaka.me/632432. Mais informações sobre o projeto da ACEDEP podem ser obtidas pelo email f.samira.apparecido@bol.com.br ou pelo telefone (11) 99315-6007.

Leia Também