Logo de aniversário de 60 anos
(11) 4745-6900

Polícia

Família de Suzano denuncia troca de corpo; suspeita é que a vítima foi sepultada em Mogi

Tatuadora Ana Paula de Souza morreu, aos 42 anos, vítima da Covid-19

4 JUN 2021 - 16h:18 Por da Região
Corpo da vítima seria enterrado no Cemitério do Raffo, em Suzano Corpo da vítima seria enterrado no Cemitério do Raffo, em Suzano / Regiane Bento/DS

A família da tatuadora Ana Paula de Souza, de 42 anos, mais uma vítima do novo coronavírus (Covid-19), denuncia a troca de corpos em uma funerária. A vítima seria enterrada no Cemitério do Raffo, em Suzano. No entanto, a polícia, agentes da Prefeitura de Mogi e a família procuram pelo corpo no Cemitério São Salvador, em Mogi, onde supostamente possa ter sido sepultada.

De acordo com familiares da vítima, Ana Paula foi diagnosticada com Covid-19 nos últimos sete dias. A tatuadora ficou internada por três dias em um hospital da região. Ela teve alta e e voltou para casa. No entanto, Ana Paula registrou uma nova piora e na tarde de quinta-feira (3), por volta das 15h30, foi internada no Hospital Municipal de Braz Cubas. A tatuadora teve que ser intubada, sofreu uma parada respiratória e morreu na unidade de saúde.

A família foi avisada e a mãe da vítima reconheceu o corpo no hospital. Segundo a família, foi gerado um atestado de óbito, o qual foi passado para uma funerária de Suzano. "O translado seria do Hospital de Braz Cubas até a funerária e depois para o Cemitério do Raffo, em Suzano. O enterro iria ocorrer 11h30", disse Daniela Missias, prima de Ana Paula.

A mãe da vítima quis se despedir da filha e pediu para que o caixão fosse aberto na funerária. Contudo, havia outro corpo, de um homem, dentro do caixão. "Depois disso, a funerária disse que ia procurar o corpo de Ana Paula e iria avisar a família", contou Daniela. Ela ainda afirmou que receberam informações de que o corpo da tatuadora teria sido sepultado às 9 horas, desta sexta-feira (4), no Cemitério São Salvador, em Mogi das Cruzes.

Daniela também disse que a polícia e agentes da Prefeitura de Mogi, além do filho da tatuadora, estariam no cemitério de Mogi para encontrar o corpo da vítima.

Leia Também