Logo de aniversário de 60 anos
(11) 4745-6900

Caso

Polícia descobre tribunal do crime em Itaquá e liberta homem

Vítima foi encontrada em barraco de madeira com as mãos amarradas

29 MAI 2021 - 14h:20 Por de Itaquá
No local, os policiais também encontraram uma arma com numeração raspada e um colete à prova de balas. No local, os policiais também encontraram uma arma com numeração raspada e um colete à prova de balas. / Divulgação/Polícia Militar

A Polícia Militar (PM) descobriu, na noite desta sexta-feira (28), um “tribunal do crime” em Itaquaquecetuba. Na ação, um homem de 34 anos foi encontrado com as mãos amarradas prestes a ser executado. Segundo a vítima, ele estava há dois dias no local.

Na ocorrência, a equipe da PM recebeu a informação de que havia uma vítima em situação de cárcere privado na Rua das Flores, na Vila Sônia, em Itaquá.

Ao chegar no local, os policiais encontraram dois barracos de madeira. Em uma delas, a polícia encontrou a vítima com as mãos amarradas. De acordo com o Boletim de Ocorrência (B.O), a vítima já estava esperava pela morte. O tribunal do crime já havia julgado a decisão. No local, os policiais também encontraram uma arma com numeração raspada e um colete à prova de balas.

No outro barraco, localizado próximo ao primeiro, os policiais encontraram e prenderam um homem sob suspeita de ser o vigia do cárcere da vítima.

Segundo a vítima resgatada pela polícia, o “vigia” praticava torturas psicológicas e físicas usando uma barra de madeira.

Ao ser detido, o suspeito se identificou com um nome falso. Posteriormente. descoberta a real identidade, a polícia descobriu que se tratava de um procurado pela justiça por crime de tráfico de drogas.

De acordo ainda com o B.O, a vítima foi levada para o cárcere privado pois teria matado um homem durante uma briga na madrugada de segunda para terça-feira.

O caso foi registrado como sequestro, cárcere privado, tortura e porte ilegal de arma. 

Leia Também