Logo de aniversário de 60 anos
(11) 4745-6900

Coleta seletiva é retomada em oito bairros de Poá nesta semana

Catadores da Cruma percorrerão, a cada 15 dias, oito bairros beneficiados pela ação em Poá

9 JUN 2021 - 23h:30 Por de Poá
Evento nesta quarta marcou a retomada de coleta seletiva Evento nesta quarta marcou a retomada de coleta seletiva / Rodrigo Nagafuti/Divulgação
Em evento simbólico realizado na Praça Zumbi dos Palmares, no bairro Conjunto Alvorada, a coleta seletiva de resíduos sólidos foi retomada, na manhã desta quarta-feira (09/06), no município de Poá. A princípio oito bairros serão atendidos pela Cooperativa de Reciclagem Unidos pelo Meio Ambiente (Cruma).
 
Segundo a secretária de Meio Ambiente, Recursos Naturais e Serviços urbanos, Claudete Canada, a retomada da coleta seletiva faz parte da programação especial “Junho Mais Verde” que tem como objetivo celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06) e, ao mesmo tempo, conscientizar a população sobre a importância de discutir as questões ambientais.
 
“A coleta seletiva é um processo que consiste na separação e recolhimento dos resíduos descartados por empresas e pessoas. Desta forma, os materiais que podem ser reciclados são separados do lixo orgânico, como restos de carne, frutas, verduras e outros alimentos”, disse.
 
A Cruma será a responsável pela coleta seletiva que será realizada a cada 15 dizes nos referidos bairros, conforme cronograma divulgado pela Secretaria de Meio Ambiente. Nas segundas-feiras: Vila Açoreana e Vila Monteiro; nas terças-feiras: Jardim Alvorada e Vila Bandeirantes; nas quartas-feiras: Centro e Vila Jaú; nas quintas-feiras: Vila Varela e Vila Lúcia e nas sextas-feiras: Calmon Viana.
 
Para retomar a coleta seletiva porta a porta, a cooperativa teve que adotar protocolos de segurança, em virtude da pandemia da Covid-19. Folhetos informativos estão sendo distribuídos aos munícipes informando as ações necessárias para que seja feito o recolhimento seguro dos resíduos. 
 
O material informativo contém informações: os sacos destinados à reciclagem devem ser resistentes, descartáveis, bem fechados, identificados como “Recicláveis”, e colocados em local apropriado até o dia da coleta; os sacos de materiais recicláveis não serão mais devolvidos vazios aos doadores. A medida garante o distanciamento e uma possível contaminação com material; materiais, como máscara de proteção facial, luvas ou lenços de papel, devem ser colocados em sacos resistentes, bem lacrados, identificados como “perigosos” e destinados à coleta convencional; caso necessitem dialogar ou interagir, os catadores e os doadores deverão manter distância mínima de dois metros entre si; doadores com casos suspeitos ou comprovados de Covid-19 na família, não devem entregar seus recicláveis para coleta seletiva.
 
Estiveram presentes no evento o vereador José Fabricio de Oliveira, o presidente da Associação Nacional dos Catadores, Roberto Rocha, e o presidente da Cruma, Marcos Antonio de Lima, além dos catadores da Cooperativa que percorreram as ruas do bairro, recolhendo o material separado pelos munícipes.

Leia Também