(11) 97569-1373

Região

Condemat promove treinamento da Operação Corta Fogo no Alto Tietê

Ação voltada para técnicos dos municípios será nesta quinta-feira (12), em Biritiba Mirim

10 SET 2019 - 15h:30 Por da Região
Condemat promove treinamento da Operação Corta Fogo no Alto Tietê Condemat promove treinamento da Operação Corta Fogo no Alto Tietê / da Agência Brasil

O Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), em parceria com a Fundação Florestal e APA Várzea do Rio Tietê, promove nesta quinta-feira (12) o curso “Prevenção e Combate a Incêndios Florestais”.  A iniciativa faz parte da Operação Corta Fogo 2019 e visa o treinamento das equipes municipais, assim como a conscientização sobre os reflexos gerados pelos incêndios florestais.  Na Região, de janeiro a julho deste ano foram contabilizados mais de 300 focos de queimadas.

O curso “Prevenção e Combate a Incêndios Florestais” será realizado na cidade de Biritiba Mirim, com a participação de técnicos do Meio Ambiente, Defesa Civil e Guarda Municipal das prefeituras do Alto Tietê, além de outras regiões do Estado. A programação será das 8h30 às 17 horas, com conteúdo técnico no período da manhã e atividades práticas na parte da tarde.

“Os incêndios florestais são uma grande preocupação, principalmente numa região de grande cobertura vegetal, produção hídrica e áreas agrícolas, como é o caso do Alto Tietê. Por isso, a iniciativa de promover esse curso para estimular a prevenção e a conscientização em todas as nossas cidades”, ressalta Daniel Teixeira de Lima, coordenador da Câmara Técnica de Gestão Ambiental do Condemat.  

Entre as principais causas de incêndios florestais estão a finalidade agrícola,  balões e bituca de cigarro descartada na beira de estradas. O secretário de Meio Ambiente de Biritiba Mirim, Adolfo José Ribeiro de Almeida, alerta para as consequências geradas pelas queimadas.

“Os impactos são muitos. Vão desde os riscos a vida das pessoas e animais e o comprometimento da saúde respiratória,  até os danos ambientais.  As queimadas intensificam erosões, contribuem para o aquecimento global e provocam o desequilíbrio do ecossistema, alterando circulação de águas, temperatura e umidade. Não podemos esquecer que a região está dentro da APA da Várzea do Rio Tietê, que é a unidade de conservação do maior e mais importante rio do Estado. A vegetação ao longo do Tietê precisa ser preservada não só para garantia de água, mas para controle de cheias, entre outras razões”, alerta Almeida.

O curso de “Prevenção e Combate a Incêndios Florestais” será realizado no Ginásio Municipal de Esportes de Biritiba Mirim, que fica na Avenida Benedicto de Miranda Melo – s/n, no Bairro Vertentes.

Leia Também