(11) 97569-1373

Região

Mogi promove rastreamento de Covid-19 em crianças e adolescentes

Trabalho realizado em conjunto pelas Secretarias Municipais de Educação e Saúde servirá de base para novas ações de controle e enfrentamento da pandemia na cidade

17 SET 2020 - 15h:24 Por de Mogi
Mogi promove rastreamento de Covid-19 em crianças e adolescentes Mogi promove rastreamento de Covid-19 em crianças e adolescentes / Ney Sarmento/PMMC

A Prefeitura de Mogi das Cruzes promove na próxima semana um novo estudo do comportamento do coronavírus na cidade. Entre os dias 21 e 25 de setembro, serão realizados 5.964 testes rápidos em alunos de 47 escolas (40 municipais e 7 subvencionadas). O trabalho realizado em conjunto pelas Secretarias Municipais de Educação e Saúde servirá de base para novas ações de controle e enfrentamento da pandemia na cidade, além de nortear o planejamento da retomada das aulas presenciais. 

A pesquisa de rastreamento nos escolares será realizada por meio de testes rápidos que serão aplicados nas dependências das escolas, exclusivamente nos alunos selecionados. Neste momento, não serão disponibilizados testes para familiares e funcionários que, caso apresentem sintomas, devem procurar atendimento nas unidades de saúde. As equipes das escolas receberam as listas de alunos para o estudo e estão entrando em contato com as famílias para o agendamento. 

A escolha e distribuição dos alunos que serão testados foram feitas de acordo com índices populacionais dos bairros e distritos com base nas faixas etárias que serão avaliadas. As 47 escolas estão distribuídas em 11 regiões: Taboão, Alto Parateí, Sede, Cezar de Souza, Sabaúna, Jundiapeba, Braz Cubas, Cocuera, Quatinga,Taiaçupeba e Biritiba Ussu. E, em cada região, a distribuição foi feita nas escolas conforme a faixa etária dos alunos. No total, serão testadas 1.302 crianças de zero a 3 anos; 1.368 de 4 a 5 anos; 3.210 de 6 a 10 anos e 84 de 11 a 14 anos.

Serão realizados testes rápidos - detecção rápida e qualitativa dos anticorpos IgG/IgM para a Covid-19, utilizados para a triagem e auxílio diagnóstico. O exame é feito com uma gota de sangue coletado na ponta do dedo da criança. Ainda não existem estudos conclusivos sobre o papel da população infantil na transmissão da doença, mas evidências científicas apontam que elas são tão propensas à infecção quanto os adultos, porém, apresentam menos sintomas e menor risco de desenvolver quadros graves.

Os testes rápidos permitem detectar a presença de anticorpos do tipo IGM e IGG. Testes IGM positivos indicam infecção recente e IGG positivo sinalizam que a pessoa entrou em contato com o vírus. O resultado do teste será informado aos pais ou responsáveis, que também receberão as orientações e medidas necessárias para cada situação. 

Leia Também