(11) 97569-1373

Por melhores condições de trabalho, Saúde de Poá vai realocar equipe

De acordo com a pasta, o setor funciona sem as devidas condições, resultando na queda de qualidade e rendimento

13 JAN 2021 - 22h:20 Por de Poá
Secretária de Saúde de Poá quer realocar Emad para o prédio anexo ao hospital até o final deste mês; secretária diz que “situação do Emad é precária” Secretária de Saúde de Poá quer realocar Emad para o prédio anexo ao hospital até o final deste mês; secretária diz que “situação do Emad é precária” / Rodrigo Nagafuti/Divulgação
A secretária de Saúde de Poá, Claudia Cristina de Deus, anunciou, nesta quarta-feira (13), que vai realocar, a fim de melhorar as condições de trabalho, a Equipe Multidisciplinar de Atendimento Domiciliar (Emad). O local de atuação, atualmente, se encontra em situação precária.
 
De acordo com a responsável pela pasta, o setor funciona sem as devidas condições, resultando na queda de qualidade e rendimento. “A situação que o Emad nos foi entregue é lastimável, por isso vamos realocá-los para o prédio anexo ao hospital até o final deste mês, oferecendo aos funcionários um ambiente mais adequado de trabalho”, enfatizou.
 
Atualmente, o setor está localizado em um pequeno espaço do laboratório municipal, uma área irregular que prejudica o funcionamento do serviço de laboratório. 
 
“Além disso, identificamos vários problemas como, por exemplo, faltam recursos humanos para compor uma Equipe Multiprofissional de Atenção Domiciliar e insumos para distribuir aos pacientes cadastrados, prejudicando diretamente a logística de atendimento do serviço”, ressaltou Claudia.
 
Inadequado
 
A secretária de Saúde também destacou que, atualmente, um dos principais insumos de utilização do Emad, as fraldas geriátricas, estão armazenadas em uma casa alugada, sem as corretas regras de armazenamento e segurança. 
 
“Neste mesmo local, também foi encontrada uma grande quantidade de documentos sigilosos de guarda restrita como, prontuários médicos e demais documentos importantes, inteiramente negligenciados, então vamos abrir uma sindicância para apurar a situação desses documentos, além de retirar as fraldas do local e devolver o prédio, cortando um custo desnecessário para os cofres públicos”, explicou.
 
Hospital
 
Na última sexta-feira a pasta da Saúde de Poá decidiu restringir os atendimentos do Hospital Guido Guida apenas para moradores da cidade. 
 
A decisão veio após constatação de problemas estruturais no segundo andar do hospital.
 
Apesar de ser temporária, a decisão tem como objetivo preservar os funcionários e munícipes, uma vez que, o prédio já não conta com os materiais necessários para manter um atendimento de qualidade.

Leia Também