(11) 97569-1373

Priscila Gambale é obrigada a demitir 29 servidores da Saúde após ação da Justiça

Decisão é referente a ação que trâmita desde 2016; processo solicita desligamento de 117 profissionais

13 JAN 2021 - 05h:00 Por Fernando Barreto - de Ferraz
Decisão de demitir 29 servidores da Saúde atende solicitação do Ministério Público. Prefeita Priscila Gambale busca alternativas para não ocorrer prejuízos Decisão de demitir 29 servidores da Saúde atende solicitação do Ministério Público. Prefeita Priscila Gambale busca alternativas para não ocorrer prejuízos / Regiane Bento/DS
A prefeita de Ferraz de Vasconcelos, Priscila Gambale (PSD), anunciou nesta terça-feira (12) a demissão de 29 funcionários da Secretaria de Saúde, após recomendação judicial do Ministério Público na cidade.
 
A decisão é referente a processo que tramita desde 2016. Ela não teve escolha. O processo ainda solicita desligamento de 117 funcionários. Em nota, a Prefeitura disse que terá reposição dos funcionários por meio de concurso público.
 
“A reposição destes cargos deve ser feita através de concurso público já previsto pela atual administração”, diz parte da nota emitida pela administração municipal.
 
Os cortes ocorrem em meio à pandemia de coronavírus na cidade. 
 
O processo sugerindo as demissões ocorreram desde 2016 e vinham sendo protelados pela antiga gestão do prefeito José Carlos Fernandes Chacon, o Zé Biruta.
 
Ontem, a Prefeitura não forneceu detalhes do processo, mas admitiu que a decisão acata recomendação do Ministério Público.
 
Por conta dos cortes, o DS apurou que um grupo de servidores da Saúde já prepara reivindicação para tentar retomar as vagas.
 
Ferraz vem se preparando para a vacinação contra a Covid-19, marcada para o dia 25 de janeiro. A prefeita, inclusive, assinou a carta de intenção, juntamente com os demais prefeitos do Alto Tietê, para adquirir a vacina Coronavac. 
A expectativa é de que o corte dos servidores da pasta não afetem o trabalho de vacinação na cidade.

Leia Também