(11) 4745-6900

Região tem custo de R$ 127,2 mi no combate à pandemia até agosto

Apenas três prefeituras ultrapassaram a casa dos R$ 10 milhões em investimentos

27 SET 2021 - 21h:19 Por Lucas Lima - da Região
Tribunal de Contas divulgou o custo de agosto com a pandemia Tribunal de Contas divulgou o custo de agosto com a pandemia / TCE-SP/Divulgação
Os valores empenhados com o novo coronavírus (Covid-19) no Alto Tietê, de janeiro a agosto deste ano, chegaram a R$ 127.208.950. 
 
A média de custo a cada caso confirmado foi de R$ 1.367,24 durante este período. 
 
Os dados, referentes às dez cidades da região, são do Painel de Gestão de Enfrentamento da Covid-19 do Tribunal de Contas do Estado (TCE).
 
O painel aponta que apenas três prefeituras ultrapassaram a casa dos R$ 10 milhões em gastos com Covid-19 de janeiro a agosto de 2021. Entre elas está Mogi das Cruzes, que lidera o ranking com gasto de R$ 60,31 milhões.
 
Na cidade, o valor por caso confirmado foi de R$ 2.496,78. A despesa representa 5,87% da receita do município.
 
Suzano segue a lista com R$ 21,62 milhões em gastos relacionados a Covid-19 nos oito primeiros meses. Em cada caso confirmado na cidade o valor investido, em média, foi de R$ 1.389,24.
 
Arujá aparece na terceira posição com gasto de R$ 16,60 milhões. 
 
Por caso confirmado, a cidade gastou R$ 2.916,40 de janeiro a agosto, o maior valor entre as dez cidades.
 
Já Itaquaquecetuba gastou R$ 9,24 milhões. No relatório, não foi divulgado o valor médio investido por cada caso confirmado do município.
 
Santa Isabel teve valor próximo em comparação com o de Itaquá, sendo de R$ 7,35 milhões. A cada caso confirmado no município o valor foi de R$ 1.796,86.
 
Abaixo dos R$ 5 milhões outras cinco cidades fecham a lista. A primeira delas é Guararema. O painel do TCE aponta que a cidade gastou R$ 4,75 milhões com a Covid-19 de janeiro a agosto. O valor por caso confirmado foi de R$ 1.560,57. 
 
Poá aparece com gasto de R$ 3,20 milhões. Desta forma, por caso confirmado o valor investido foi de R$ 556,15 durante o período. 
 
Ferraz de Vasconcelos teve gasto de R$ 2,60 milhões com a Covid-19 neste ano. 
 
A cidade gastou por cada caso confirmado R$ 335,48.
 
Nas últimas posições estão Salesópolis e Biritiba Mirim. Penúltima da lista, Salesópolis investiu R$ 1,22 milhões com a Covid-19, o que representa R$ 1.079,90 por caso confirmado. 
 
Por outro lado, Biritiba Mirim gastou R$ 318.950, única abaixo da casa do milhão. Por caso confirmado, foram gastos R$ 172,31.

Leia Também